O motivo pelo qual deves apagar todas as redes sociais

domingo, 15 de julho de 2018



Tenho estudado e lido muito acerca do minimalismo. Sei que isso é uma tendência que está muito em voga e no pinterest somos bombardeados constantemente com este assunto. Em breve vou criar uma nova secção aqui no blog para falar acerca de tudo o que tenho aprendido sobre esta prática e sobre aquilo que já consegui implementar no meu dia-dia.

Geralmente ouvimos falar muito sobre decoração minimalista - principalmente com a onda do estilo escandinavo - ou sobre armário cápsula quando se trata de moda. Mas hoje eu decidi falar sobre algo diferente: redes sociais.

As redes sociais são um campo que já faz parte da nossa vida. Quer queiramos quer não, a partir do momento em que criamos conta numa delas, seja qual for, passamos a dedicar-lhe uma parte do nosso tempo. E, acreditem, somando os vários minutos que entramos no instagram ao longo do dia para ver as novidades do nosso feed ou para vermos o que as pessoas que seguimos estão a fazer 24h por dia, perdemos horas a fazer absolutamente nada. Podem usar esta app para monitorizarem o tempo que gastam por dia em cada plataforma.

Torna-se cada vez mais difícil termos tempo para gerir várias contas ao mesmo tempo. Quando temos um blog é muito mais provável que queiramos estar em todo o lado ao mesmo tempo. Facilita estar onde o nosso público está para podermos divulgar o nosso trabalho e fazer com o vejam os nossos posts.

Acontece que, mesmo que tenhamos um público grande, composto por várias pessoas de faixas etárias diferentes, nunca vai estar presente em todas as redes sociais. Isso significa que nunca vão conseguir chegar a toda a gente, mesmo que divulguem em todo o lado. Provavelmente várias pessoas vão ver que o fizeram, mas não vão abrir o link - e pode ser mesmo visto como spam.

Por outro lado, mesmo sendo bloggers, não temos obrigatoriamente que expor tudo acerca da nossa vida. E nem sempre queremos. Há cerca de meio ano decidi começar do 0 e separar totalmente o meu instagram pessoal do do blog. Queria ter um instagram para o blog: primeiro porque todas as bloggers o fazem, segundo, porque sabia que podia divulgar os meus posts por lá, porque achava que os meus leitores iam querer segui-lo. Mas apesar das caixas de chamada de atenção no blog e de até o mencionar em vários posts, isso não aconteceu.

Eu continuava a achar que tinha de o manter ativo. E o que acaba por acontecer, com esta ideia de que "quem não é visto não é lembrado", é que acabamos por criar conteúdos menos bons para alimentar essas redes sociais, acabamos por publicar qualquer foto, criamos e tiramos fotografias só para ter alguma coisa para publicar. E usamos vários filtros para deixar tudo harmonioso e bonito. Passado algum tempo percebi que esta estratégia não ia resultar e decidi eliminar o instagram do blog.

A minha página do facebook para o blog estava na mesma situação e decidi que apagá-la também seria a melhor opção. E fiz o mesmo com o twitter. Fiquei só com o meu perfil do pinterest , que continuo a usar para tudo na minha vida. Não como uma obrigação de o manter atualizado, apenas porque é uma ferramenta que me inspira e com a qual tenho aprendido muito. E sabem que mais?

Os meus números de visualizações só têm subido. Todas as semanas recebo comentários e novos seguidores no pinterest . Para mim isto não mostra apenas que as pessoas gostam dos meus posts, obviamente. Mas mostra-me que existe muita gente que gosta de ler acerca dos temas que escrevo. E isso acaba por me motivar para continuar a estudar mais sobre eles e a mostrar que é possível outras pessoas mudarem as suas vidas.

O que eu vos quero mostrar com isto, é que querermos fazer tudo em simultâneo, estar em todo o lado ao mesmo tempo e ter resultados bons em todas as plataformas é quase impossível. O ideal é que consigamos identificar a que nos entrega resultados reais e de forma consistente - podem ver isso através da função de estatísticas do vosso blog ou mesmo com o Google Analytics - e focar apenas nisso.

Enviar um comentário

© planyar. Design by FCD.